UM AMOR ÚNICO
(Soneto)
Wilson de Oliveira Carvalho
 
 
 
Este soneto, talvez no futuro, possa ser
musicado contendo também o som de um violoncelo
 pois no presente,ele já contém o som melódico de clarinete
  cuja musicalidade me fez pensar em quem amo.
 
Pois é eu te amo, quer dizer,é muito mais que a
força do próprio amor, uma expressão que
quiçá ultrapasse os limites da razão,
ou mesmo um extremo longínquo.
 
Para quem quiser alcançar a significação deste sentimento
 que reside em meu ser, basta sentir a ansiedade
  de querer respirar o fôlego que expele sua boca...
 
É um amor profundo, incompreensível,
um amor único e com tal intensidade
que exprime as maravilhas que sinto..