A VERDADE NÃO SE MUDA
Teka Nascimento
 
Se esse alguém grafa “aparências enganam”
Atendo-se a uma frase no plural,
E diz no singular “e como engana”,
Só em redigir já mostra que é boçal!
 
Quem se vale do embuste e da traição,
E faz da NET um reles botequim,
Quem n’alma traz do esgoto a podridão,
Não tem moral pra falar mal de mim!
 
Me causam nojo, engulho e repulsão,
Seus atos torpes e mentiras vis!
Se nada mancha-me a reputação,
Vede vós, dela, o que é que a NET diz!
 
Pro mal costuma dar-se a uns trapaceiros
E ao ver que eles não passam de uns “estrunços”
Vai fazendo, de tais alcoviteiros
Seus descartáveis e fiéis jagunços!
 
Enquanto sigo airosa a minha estrada,
Seus vômitos verbais só manifestam
A moral suja, que não vale nada,
Bem ao gosto daqueles que não prestam!
 
Que Deus pra sempre me conserve a graça
De pôr-me a salvo desses charlatães;
Enquanto a minha caravana passa,
Que ao longe ladrem tão raivosos cães!
 
L.Pta. 19/06/2009
 
 
 
 
 
Publicado no Recanto das Letras
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Deixe seu recadinho

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Webmaster e designer by Teka Nascimento
Copyriht© Teka Nascimento - 2006
Lençois Paulista-sp- Br
Todos os direitos reservados©